terça-feira, 31 de agosto de 2010

Visita da Turma de Física 2010!

Na última semana, houve uma visita dos alunos de Física (2010) a Escola Bordallo afim de participar de aulas teóricas e práticas sob orientação dos Bolsistas Durval Padilha e Nagilson Mendes, estando estes a disponibilidade do Profº MSC e Colaborador Pedro Moutinho. No mesmo período, os Bolsistas Marcelo Corrêa e Carlos André estavam ministrando aulas de reforço aos alunos do Ensino Médio no auditório da Escola Bordallo, confiram as fotos e os videos:



video

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Física é Show!


Desculpem pela demora, + vamos falar do que interessa, conforme fora agendado taí as fotos do Seminário e da Gincana para todos conferir onde toda a equipe se empenhou bastante e o resultado... Foi uma Super produção no qual todos os alunos da Escola Rio Caeté se divertiram muito e com certeza aprenderam muito sobre a Evolução Histórica da Física e principalmente o que não se vë em muitas Salas (por diversos motivos) a PRÁTICA, confiram...

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

VOLTA AS AULAS

terça-feira, 10 de agosto de 2010



Stephen Hawking: Homem terá que colonizar espaço para sobreviver


Foto: AFP: A raça humana terá que colonizar o espaço nos próximos 200 anos se não quiser...

Seg, 09 Ago, 05h10
LONDRES (AFP) - A raça humana terá que colonizar o espaço nos próximos 200 anos se não quiser desaparecer, advertiu esta segunda-feira o astrofísico britânico Stephen Hawking, em entrevista publicada no site 'Big think'.
"Penso que o futuro a longo prazo da raça humana está no espaço. Será difícil evitar uma catástrofe no planeta Terra nos próximos cem anos, sem falar dos próximos mil anos ou dos próximos milhões de anos", declarou o cientista no site na internet que se apresenta como um "fórum mundial que relaciona pessoas e ideias".
"A raça humana não deveria apostar apenas no planeta", acrescentou o cientista.
"Vejo grandes perigos para a raça humana. Em muitas ocasiões no passado, sua sobrevivência foi difícil", afirmou, mencionando em especial a famosa crise dos mísseis, em 1963, em Cuba.
"A frequência de tais ameaças provavelmente aumentará no futuro. Teremos necessidade de prudência e juízo para lidar com elas com sucesso. Sou otimista", disse Hawking.
Segundo ele, "se pudermos evitar uma catástrofe nos próximos dois séculos, nossa espécie se salvará se nos lançamos no espaço".
"Se somos os únicos seres inteligentes da galáxia, temos que garantir nossa sobrevivência", disse o cientista, considerando que o aumento da população mundial e os recursos limitados da Terra ameaçarão cada vez mais a espécie humana.
"Por isso, sou favorável a fazer voos tripulados ao espaço", disse.
Em abril, o cientista havia advertido que se os extraterrestres existissem, os homens deveriam evitar qualquer contato com eles, porque as consequências poderiam ser devastadoras.
Stephen Hawking, de 68 anos, mundialmente conhecido por seus trabalhos sobre o universo e a gravidade, é autor de "Uma Breve História do Tempo", um dos maiores 'best-sellers' da literatura científica.
Sofrendo desde os 22 anos de esclerose lateral amiotrófica, doença degenerativa que provoca paralisia, o cientista desloca-se em cadeira de rodas e se comunica através de um computador e um sintetizador de voz.

Fonte:Yahoo>notícias>ciências
FAÇA UM COMENTÁRIO NO MURAL DE RECADOS, A CERCA DA ENTREVISTA DE Stephen Hawking, SOBRE AS MEDIDAS A SEREM TOMADAS PARA SOBREVIVÊNCIA DA RAÇA HUMANA.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Grandes Experimentos! Baixo Custo.

Experimentos construídos pelas alunas bolsistas Camila e Clenilda com a utilização de materiais de baixo custo, dentre um dos princípio de funcionamento envolvidos é ação e reação. No qual serão apresentados na Escola Rio Caeté aos alunos e alunas.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Novidade "Extra Terrestre"!

Fósseis de seres vivos nas rochas marcianas

Dia: 01/08/2020.

Fósseis de seres vivos nas rochas marcianas

Minerais detectados em Marte, com quatro mil milhões de anos, revelam fósseis da vida que existiu naquele planeta.

Uma equipa internacional de cientistas usou métodos indirectos para identificar aquilo que poderá ser vida fossilizada em rochas marcianas com quatro mil milhões de anos. A curiosidade dos cientistas foi provocada pela descoberta, em 2008, de carbonatos em rochas de Marte. Este mineral é produzido pelos restos fossilizados de seres vivos. Na Terra, surge associado a restos de ossos ou de conchas.

Nesta investigação, os cientistas usaram um dos instrumentos a bordo da sonda orbital da NASA Mars Reconnaissance Orbiter para estudar rochas da zona conhecida por Nili Fossae onde se sabia existir estes carbonatos. A técnica, que consistia em usar luz infravermelha, foi depois utilizada, da mesma forma, para analisar rochas muito antigas do planeta Terra, numa zona do Noroeste da Austrália conhecida por Pilbara.

O que o estudo apurou é que o conteúdo mineral das rochas de Nili Fossae e das de Pilbara era muito semelhante, sugerindo processos idênticos, envolvendo vida no segundo caso. Segundo os cientistas, nenhum processo geológico poderia ter produzido aquelas características.

Nili Fossae é agora um dos alvos primordiais para futuras explorações de Marte, estando a ser avaliado como potencial lugar de aterragem da próxima sonda da NASA, Mars Science Laboratory, cuja partida está prevista para 2011. Trata-se de um veículo não tripulado que precisará de planícies desafogadas, o que não é o caso de Nili Fossae, onde há muitas pedras de certa dimensão a impedir o progresso da máquina.

Fonte:



Comente sobre esta Reportagem, expondo seu ponto de Vista e sobre em que a INFORMAÇÃO acima poderia ajudar a sociedade!